Pequena curiosidade da “crise”…

Maio 18, 2010

Os portugueses comuns ( os que têm trabalho ) ganham cerca de metade ( 55% ) do que se ganha em média na zona euro mas os nossos “queridos” gestores recebem em média :

– mais 32% do que os americanos;

– mais 22,5 do que os franceses;

– mais 55% do que os filandeses;

– mais 56,5% do que os suecos;

( valores retirados de dados Manuel António Pina, Jornal de Noticias de 24/10/09 )

Hmmmm…. e são estes mesmos camelos que vêem chamar a nossa atenção de que : ” …os portugueses gastam acima das suas possibilidades…”. É só bichos da fruta…

O que é pior é que, mesmo os que criticam estas e outras situações inaceitáveis, quando a elas acedem, já acham que está tudo bem…


Frases marcantes do futebol português que vão ficar para a História…

Novembro 3, 2009

São frases inesquecíveis que ficarão para sempre na memória e cá vão algumas delas. Para começar tal poesia o primeiro “poeta do futebol” é o famoso comentador desportivo que entusiasmou milhares de pessoas com a sua forma majestosa de abordar cada jogo de futebol: é ele o Senhor Gabriel Alves, que para ele, futebol é a oitava arte:

 

Gabriel Alves
– Juskowiak a vantagem de ter duas pernas!
– É um estádio bonito, moderno, arejado…”
– “A selecção não jogou nem bem nem mal, antes pelo contrario…”
– “Reparem como os jogadores do Bayern movimentam-se descrevendo figuras geométricas….O futebol é uma arte plástica…. ”
– “Existem muitos jogadores alemães a jogarem no campeonato germânico”
– “Kenneth Anderson, 1 metro e 93 de golo…”
– Joao Pinto vai centrar para o meio da confusão… mas não está lá ninguém!
– Remate rasteiro a meia altura por cima da barra!!!
– E o jogador foi atingido por um objecto lançado provavelmente por algum telespectador.
– “…neste estádio OUVE-SE UM SILÊNCIO ENSURDECEDOR…”
– Fica na retina um cheiro de bom Futebol»
– “Giggs, um jogador que remata bem do meio-campo para a frente”
– “E aí está uma enorme cavalgada de Thuram… este homem é um leão”

João Pinto ex-defesa do F.C.Porto
– “Comigo, ou ‘sem-migo’, o Porto vai ser campeão!”
– Sim, estamos felizes porque estamos contentes
– “Não foi nada de especial, chutei com o pé que estava mais a mão!”
– “O meu coração só tem uma côr: azul e branco.”
– “O meu clube estava a’ beira do precipício, mas tomou a decisão correcta: Deu um passo em frente….”
Jardel
– “Nestes jogos, sobe-me a NAFTALINA!…”
– ” Clássico é clássico, e VICE-VERSA…”
– “O difícil, como vocês sabem, não é fácil”

Jaime Pacheco
– “…Vamos jogar ao ataque, fechadinhos lá atrás…”
– “Jogar à defesa pode ser uma faca de dois legumes”
– “Querem fazer do Boavista um BODE RESPIRATÓRIO”

Jorge Jesus
– o processo de NEUTRALIZAÇÃO do jogador pertence ao FORNO interno do clube.
Roger ex-jogador do Benfica
– Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.

Rui Barros ex-avançado do F.C. Porto
– “…Vou dar o meu melhor de mim.”

Ricardo do Sporting
– “Quando se leva um pontapé nas canelas …dói mas não aleija.”

Nuno Gomes
– “Nós somos humanos como as pessoas ”
Derlei
– “Eu DISCONCORDO com o que você disse”

José Peseiro
– “não quero estar aqui a numerar nomes”

Barroso ex-jogador do Sporting de Braga
– “não deu para fazer mais, estou de caganeira!”

Nuno Luz reporter da SIC

– “Inácio fechou os olhos e olhou para o céu.”

José Marinho jornalista da SporTV
– “Henry não é um homem…é uma manada”
Djair ex-jogador do Belenenses, quando chegou ao Estádio do Restelo em Belém
– “Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu”

 


Sensibilidade dentária…

Outubro 21, 2009

Aposto que este rapaz depois disto arranjou outra utilização para o gelo.


A tentação…

Outubro 20, 2009

– PADRE, PERDOA-ME PORQUE PEQUEI (VOZ FEMININA)
– DIGA-ME FILHA – QUAIS SãO OS TEUS PECADOS?
– PADRE, O DEMONIO DA TENTAÇÃO SE APODEROU DE MIM, POBRE PECADORA.
– COMO É ISSO FILHA?
– É QUE QUANDO FALO COM UM HOMEM, TENHO SENSAÇÕES NO CORPO QUE NãO  SABERIA DESCREVER…
– FILHA, APESAR DE PADRE, EU TAMBéM SOU UM HOMEM…
– SIM, PADRE, POR ISSO VIM CONFESSAR-ME CONTIGO.
– BEM FILHA, COMO SÃO ESSAS SENSAÇÕES?
– NãO SEI BEM COMO EXPLICÁ-LAS – NESTE MOMENTO MEU CORPO SE RECUSA A  FICAR DE JOELHOS E NECESSITO FICAR MAIS A VONTADE.
– SÉRIO??
– SIM, DESEJO RELAXAR – O MELHOR SERIA DEITAR-ME…
– FILHA, DEITADA COMO?
– DE COSTAS PARA O PISO, ATé QUE PASSE A TENSÃO…
– E QUE MAIS?
– É COMO UM SOFRIMENTO QUE NÃO ENCONTRO PALAVRAS.
– CONTINUE MINHA FILHA.
– TALVEZ UM POUCO DE CALOR ME ALIVIE…
– CALOR?
– CALOR PADRE, CALOR HUMANO, QUE LEVE ALíVIO AO MEU PADECER…

– E COM QUE FREQUÊNCIA é ESSA TENTAÇÃO?
– PERMANENTE PADRE. POR EXEMPLO, NESTE MOMENTO IMAGINO QUE SUAS  MÃOS MASSAGEANDO A MINHA PELE ME DARIAM MUITO ALÍVIO…
– FILHA?!
– SIM PADRE, ME PERDOA, MAS SINTO NECESSIDADE DE QUE ALGUÉM FORTE ME  ESTREITE EM SEUS BRAÇOS E ME Dê O ALÍVIO DE QUE NECESSITO…
– POR EXEMPLO, EU?
– SIM PADRE, VOCê É A CATEGORIA DE HOMEM QUE IMAGINO PODER ME ALIVIAR.
– PERDOA-ME MINHA FILHA, MAS PRECISO SABER TUA IDADE…
– SETENTA E QUATRO, PADRE.
– FILHA, VAI EM PAZ QUE O TEU PROBLEMA É REUMATISMO…


A nossa vida…

Outubro 16, 2009

Estava eu a navegar na net quando por sorte do acaso me cruzei com um artigo sobre um tema que achei curioso… o nosso estilo de vida. Este artigo foi escrito pelo jornalista João Pereira Coutinho e garanto-vos que vale a pena ler pela simples razão que retrata fielmente a nossa sociadade actual…

‘Não tenho filhos e tremo só de pensar. Os exemplos que vejo em volta não
aconselham temeridades. Hordas de amigos constituem as respectivas proles e, apesar da benesse, não levam vidas descansadas. Pelo contrário: estão invariavelmente mergulhados numa angústia e numa ansiedade de contornos particularmente patológicos. Percebo porquê. Há cem ou duzentos anos, a vida dependia do berço, da posição social e da fortuna familiar.
Hoje, não. A criança nasce, não numa família mas numa pista de atletismo, com as barreiras da praxe: jardim-escola aos três, natação aos quatro, lições de piano aos cinco, escola aos seis, e um exército de professores, explicadores, educadores e psicólogos, como se a criança fosse um potro de competição.

Eis a ideologia criminosa que se instalou definitivamente nas sociedades modernas: a vida não é para ser vivida – mas construída com sucessos pessoais e profissionais, uns atrás dos outros, em progressão geométrica para o infinito. É preciso o emprego de sonho, a casa de sonho, o maridinho de sonho, os amigos de sonho, as férias de sonho, os restaurantes de sonho.

Não admira que, até 2020, um terço da população mundial esteja a mamar forte no Prozac. É a velha história da cenoura e do burro: quanto mais temos, mais queremos. Quanto mais queremos, mais desesperamos. A meritocracia gera uma insatisfação insaciável que acabará por arrasar o mais leve traço de humanidade. O que não deixa de ser uma lástima.

Se as pessoas voltassem a ler os clássicos, sobretudo Montaigne, saberiam que o fim último da vida não é a excelência, mas sim a felicidade! ‘

funny-life-after-death


De volta !!!

Outubro 15, 2009

Ora boas a todos os cibernautas que andam por ai a surfar nesta bela onda binária que é o “Seriamente na Brincadeira”. Infelizmente, como se devem ter apercebido, tenho estado parado em termos de updates ao blog devido á falta de tempo mas agora que felizmente já tenho disso irei começar a actualizar outra vez o blog sempre que me for possível com o conteúdo mais divertido que conseguir para vós poder proporcionar as melhores gargalhadas.

Para todos um grande abraço e força nisso.

cool_003


Este video sim… vale a pena ver e ouvir.

Maio 8, 2009

Criatividade sem limites. Simplesmente, fantástico…

O Tropfest é o maior festival de curtas metragens do mundo. Começou há 17 anos em Sydney e no ano passado teve a sua primeira edição em Nova York.

O vencedor do ano passado foi este filme que foi totalmente filmado com um telemóvel. O seu orcamento foi de 40 dólares (cerca de 30 euros) e o resultado é sublime… veja, vale apena.